EMPRESA PNEUS SERVIÇOS INFORMAÇÃO TÉCNICA CONTACTOS

ÁREA DE CLIENTE  

   Ligue-nos

+351 244 561 188

ETIQUETAS DOS PNEUS

A nova etiqueta de pneus da UE fornece informações importantes sobre aspectos de segurança e ambientais de um pneu. Semelhante à etiqueta energética dos electrodomésticos, a etiqueta de pneus da UE facilita a comparação de pneus em termos de aderência ao piso molhado, eficiência de combustível e ruído.



É uma forma de medir a resistência ao rolamento do pneu, que tem impacto sobre a eficiência de combustível do veículo. Classificação de A (classificação mais alta - verde) a G (classificação mais baixa - vermelho).

Os pneus eficientes, em termos de combustível, precisam de menos energia para rolar e desperdiçam menos energia em atrito e calor.


A diferença entre a classificação A e a classificação G pode equivaler a uma redução no consumo de combustível até 7,5%. Em termos concretos, a escolha de penus com classificação A em vez da classificação G pode permitir poupar mais de 6 litros de combustível a cada 1000 quilómetros.



A aderência em piso molhado é uma função de segurança determinante e está relacionada com a capacidade dos pneus para pararem um veículo em estradas molhadas, podendo ser indicado em termos de distância de travagem. A diferença entre cada categoria apresentada mostra uma distância do comprimento de entre um e dois automóveis (entre três a seis metros) numa travagem a 80Km/h.


A diferença entre as categorias A e F é superior a 18 metros de distância de travagem.



Refere-se ao ruído externo produzido pelo pneu e é medido em decibéis.


Dado que muitas pessoas não estão familiarizadas com os valores em decibéis, a classe de ruído também é apresentada. Esta classifica o pneu em relação aos futuros limites europeus de ruído dos penus.


1 onda preta: Silencioso (3dB ou mais baixo do futuro limite europeu)

2 ondas pretas: Moderado (entre o futuro limite europeu e 3dB abaixo)

3 ondas pretas: Ruidoso (acima do futuro limite europeu)

Contudo, a etiqueta tem algumas limitações. Esta deve servir apenas como um ponto de partida para os consumidores, pois estes devem considerar outros aspetos que não estão presentes na nova etiqueta. Existem assim, muitos outros fatores a considerar, importantes para o desempenho dos pneus, onde se inclui: a resistência ao aquaplaning, a estabilidade direcional, comportamento e direção em piso molhado e seco, durabilidade, desempenho da travagem em piso seco, capacidades em situações de inverno, aderência em curva, etc.

TABELA DE ÍNDICE DE CARGA

O índice de carga é um código numérico que corresponde à carga máxima que um pneu pode suportar.

A carga do pneu multiplicada por 2 deve cobrir a carga total do eixo do seu veículo. Para conhecer o seu índice de carga, basta tomar nota do mesmo no flanco de um dos pneus e de o comparar com a tabela dos índices de peso.


IC Kg IC Kg IC Kg IC Kg IC Kg
60 250 71 345 82 475 93 650 104 900
61 257 72 355 83 487 94 670 105 925
62 265 73 365 84 500 95 690 106 950
63 272 74 375 85 515 96 710 107 975
64 280 75 387 86 530 97 730 108 1000
65 290 76 400 87 545 98 750 109 1030
66 300 77 412 88 560 99 775 110 1060
67 307 78 425 89 580 100 800 111 1090
68 315 79 437 90 600 101 825 112 1120
69 325 80 450 91 615 102 850 113 1150
70 335 81 462 92 630 103 875 114 1180

TABELA DE PRESSÃO DOS PNEUS

Para sua segurança e conforto, assim como para a longevidade dos seus pneus, é importante que verifique regularmente a pressão em cada pneu. Pneus demasiado cheios ou demasiado vazios podem afetar a sua condução e o consumo de combustível.


Símbolo Km/h
M 130
N 140
P 150
Q 160
R 170
S 180
T 190
H 210
V 240
Z <240

COMO LER UM PNEU

Num pneu existem vários caracteres escritos, no entanto o que a maioria sabe olhar são somente as medidas.

Nesta página pode encontrar informações que o ajudarão a ler melhor um pneu.

Cada número na imagem ao lado corresponde às seguintes informações:

1. Marca do fabricante

2. Modelo do pneu

3. Características de dimensões e construção (pode ver mais informações sobre como ler esta informação mais abaixo nesta página)

4. Índice de carga e código de velocidade (pode encontrar uma tabela de índices em documentos)

5. Pneu sem câmara (Tubeless) ou com câmara (Tubetype)

6. Indicadores de desgaste TWI (Tread Wear Indicators), servem para determinar o momento em que se deve trocar o pneu

7. País de fabricação

8. Matrícula DOT (Department Of Transportation), indica estabelecimento de produção, tipo de pneu e período de fabricação

9. Dados da estrutura do pneu

10. Símbolo de certificação do INMETRO

11. Carga e pressão máximas

12. Site do produto

Como ler os dados de dimensão e construção de um pneu:


Outras informações técnicas


Altura da secção (H): a metade da diferença entre o diâmetro geral e o diâmetro nominal do aro.

Largura da secção (S): a distância linear entre as partes externas das laterais de um pneu cheio, excluindo as elevações causadas pelas marcas, decorações, fitas ou aparatos de protecção.

Largura da secção nominal: a largura da secção de um pneu cheio, colocado em seu aro; tal valor está indicado na descrição das dimensões do pneu (ex: 205/55R16 - largura nominal = 205 milímetros).

Largura do aro (L): a distância linear entre os flanges do aro, medida internamente.

Diâmetro do aro (d): o diâmetro medido entre os assentos dos talões.

Diâmetro interno (DI): o diâmetro medido internamente no pneu, talão a talão, substancialmente igual ao diâmetro nominal do aro medido na zona de apoio dos talões.

Diâmetro externo (DE): o diâmetro de um pneu cheio, montado no aro e sem carga.

Raio estático sobre carga (Rest): distância entre o centro da roda e o solo, com o pneu sob carga.

Circunferência de rodagem (CR): a distância coberta em uma volta completa da roda com tração sob as condições de carga e pressão indicadas na tabela.